Do marxismo à loucura total

O marxismo provou, sem exceção, ser um produto de papel puro que simplesmente não funciona na prática. Os marxistas desesperados, portanto, levaram as coisas mais longe e inventaram (inspirados em grandes quantidades de vinho tinto, absinto e haxixe) pós-modernismo. O politicamente correto é a expressão concreta do pós-modernismo. O pós-modernismo é, portanto, a mesma merda dogmática que o marxismo, mas deu alguns passos mais à frente para a loucura completa. A ideologia caracteriza-se por novos slogans cativantes, ultra-violência, total desprezo pelas opiniões, vida e membro dos opositores, racismo total com novos alegados grupos de vítimas, que não são responsáveis pelas suas próprias vidas e que não se espera que consigam nada por si próprios e que, por isso, devem ser transportados sobre os ombros da parte produtiva (branca) da população. , que por sua vez será forçado a submeter-se , feito para rastejar no pó e instado a abandonar o seu modo de vida privilegiado. Tudo isto motivado por um alegado pecado original que nenhum Jesus apagou em nosso nome. O facto de esta merda acontecer deve-se apenas à cobardia e ao oportunismo dos meios de comunicação social e dos políticos.

Deixe um comentário